Notícia Independente

Informação diferenciada para você

  • Estatística

    • 13,652 visitantes
  • junho 2009
    D S T Q Q S S
        jul »
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    282930  
  • Editorias

  • Assinar

O culto à beleza pode causar danos à saúde da população

Posted by Roberta Andrade Cylleno em 20/06/2009

Qualidade de vida ou a busca pelo corpo perfeito? Muito se fala e lê sobre vida saudável, alimentação balanceada e como viver mais e melhor. Em algumas academias, a clientela ainda está dividida. “Aqui o público é bem equilibrado, metade se preocupada em realmente cuidar da saúde, mas também você vê gente que faz duas aulas de spinning por dia”, declarou Otávio Antunes Daubt D’Oliveira, um dos professores da academia Velox Fitness, na Lagoa. Por outro lado, há estabelecimentos que dizem ter como foco único elevar a qualidade de vida de seus alunos, como na academia Stella Torreão, também na Lagoa. “Eu lido diretamente com o público e posso afirmar que o único interesse de nossos alunos é cuidar da saúde”, disse a funcionária Suze Brito.

Caprichar no levantamento de peso e persistir nos exercícios aeróbicos, não dará bons resultados se a pessoa não abrir mão do cheeseburguer. Além de retardar o resultado desejado, pode causar sérios danos à saúde. O descaso com a alimentação resulta em o que é chamado pelos médicos de alimentação inflamatória. “Uma alimentação escassa de frutas, legumes e verduras, que produzem os nutrientes necessários para o funcionamento do corpo, pode ocasionar em doenças crônicas como diabetes, câncer e problemas cardiovasculares”, declara a nutricionista Patrícia Quintella Vieira. É necessário evitar gordura trans, gorduras saturadas e alimentos industrializados. A nutricionista revela ainda que repositores hidroeletrolíticos, exemplo do Gatorade, facilmente encontrados nas academias, quando ingeridos em excesso, geram toxinas prejudiciais ao organismo.

Uma pesquisa envolvendo brasileiros das classes A à E feita pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), em parceria com a Universidade de São Paulo (USP), revela que a população se alimenta mal. O problema não é social, e sim, cultural. Outra pesquisa, realizada pela revista ÉPOCA, mostra que em 1998 haviam apenas 333 franquias da rede fast food Mc Donald’s espalhadas pelo país e que a foram consumidas 26.677 toneladas de batatas fritas do estabelecimento, contrárias às 554 lojas presentes em 2008 e às 28.608 toneladas ingeridas apenas em 2007.

Encontrar mulheres lindas e perfeitas em propagandas espalhadas por onde quer que passe, não é algo tão difícil de se ver. Top models como Gisele Bündchen, Raica Oliveira e Alessandra Ambrósio ajudam a vender internacionalmente a imagem da mulher brasileira, que está cada vez mais distante dos padrões da Garota de Ipanema de Tom e Vinícius, ou de uma Leila Diniz dos anos 60. Com a idealização da busca pelo corpo perfeito, diversas jovens recorrem às academias e sofrem para conquistar o que veem estampadas nas capas de revistas: uma aparência muitas vezes composta com o auxílio de recursos do Photoshop. Algumas chegam a seguir uma rotina de 4 a 6 horas de malhação, fazem todas as aulas disponíveis e só pensam em uma coisa: os exercícios. É o que revela a estudante de direito Ayla Quintella, de apenas 20 anos, que diz estar livre do que ela definiu como ‘vício’. “Quando malhava, todos os meus amigos eram da academia, eu só conversava coisas relacionadas à academia e só ia a eventos de academia.”

Magreza virou sinônimo de beleza. O novo paradigma causa danos à saúde física e desenvolve, facilmente, distúrbios psicológicos, dos mais variados. “Isso pode causar diversos tipos de transtornos que comprometem o emocional da pessoa, como bulimia, anorexia, pânico, dependência química, compulsão por compras, entre outos. O maior número de vítimas são mulheres. O problema hoje, já é tratado de forma, inclusive, medicamentosa”, explica a psicóloga Viviane Damous de Moraes, que justifica o comportamento como uma grande dificuldade da pessoa de olhar para dentro de si. Buscar a aprovação e aceitação do outro através do externo é mais fácil.

6 Respostas to “O culto à beleza pode causar danos à saúde da população”

  1. Priscilla Alves said

    Poxa, tanta gente se matando de malhar, e eu sem disposição nem pra uma caminhada básica.😄
    Ainda bem que eu gosto de legumes. É quase um “morde-e-assopra”, rsrs

  2. Parabéns pelo site e em especial, essa matéria sobre o culto à beleza. Roberta, nosso jornalismo ganhou uma profissional muito competente e mais do que isso, uma jornalista interessada em passar para seus leitores a boa informação com clareza e independência, pois, são condições necessárias para se exercer em toda a plenitude, a mais pura cidadania.

  3. Elizabeth said

    Roberta
    Parabéns pelas suas reportagens.
    Passa ao leitor as informações de forma clara, culta, e o melhor de tudo é que consegue nos prender na leitura.
    Tenho certeza que um dia as portas do jornalismo irão se abrir para vc. Vc sem dúvidas nenhuma será reconhecida pela forma com que escreve. Parabéns!

  4. jusisleny said

    gostei muito!
    parabéns pelo seu site é muito informativo!

  5. jeny said

    eu odiei!!!!!!!!!!1

  6. jusisleny said

    gostei muito
    o seu site é muito informativo

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: